sábado, outubro 18, 2008

O ESTILO DO MUNDO

A Fim de Século – Edições apresenta a sua mais recente publicação

O ESTILO DO MUNDO
A VIDA NO CAPITALISMO DE FICÇÃO

VICENTE VERDÚ

Tradução
Pedro Santa María de Abreu





Disponível dia 17 de Outubro de 2008

PVP (c/ IVA): € 23,00
ISBN: 978-972-754-240-6
248 páginas

Vicente Verdú, um dos mais agudos investigadores dos fenómenos contemporâneos, oferece-nos não apenas o seu melhor livro, mas uma das análises mais precisas e audazes do nosso tempo, isto é, a época do “capitalismo de ficção”, um conceito inédito, germinal e extraordinariamente fecundo.



As interpretações da actualidade provêm, muitas vezes, de aproximações sectoriais e estanques, mas o mais revelador e interessante consiste em conjugar os avatares da economia e do sexo, da biogenética e da arte, da política e da cosmética ou do pensamento e da televisão, para dilucidar o estilo geral do mundo.



O valor deste livro é, portanto, procurar um conjunto de noções diagonais que, cruzadas entre si, ajudem a perceber a rede sobre a qual é tecida a nossa época. O capitalismo anterior apresentava-se como localizável e diferenciado, mas o actual tornou-se uma natureza transparente, difícil de isolar e de contrariar. O capitalismo de produção era triste, o capitalismo de consumo era trivial, mas o capitalismo de ficção é matreiro, aldrabão. O capitalismo procurava, no passado, ganhar a qualquer preço, mas o capitalismo de ficção aspira especialmente a agradar. O objectivo fundamental deste capitalismo não é a produção de bens mas, acima de tudo, a produção de realidade. Uma segunda realidade, ou realidade de ficção, mais infantil, antitrágica e simples, expurgada de sentido e de destino, transformada em resguardo e em cultura da distracção.

VICENTE VERDÚ (Elche, 1942) é escritor e jornalista, escrevendo regularmente no El País. Entre os seus livros destacam-se Si Usted no hace regalos le asesinarán (1971), El fútbol, mitos, ritos y símbolos (1981), Días sin Fumar (1988), Héroes y vecinos (1989), El éxito y el fracaso (1991), Nuevos amores, nuevas familias (1992), El planeta americano (1997, publicado em Portugal), Emociones (1997), China superstar e Señoras y señores (1998), Cuentos de matrimonios (2000), Noviazgo y matrimonio en la burguesía española: 1974-2004 (2004, em colaboração com Alejandra Ferrándiz), Yo y tú, objetos de lujo (2005), No Ficción e Passé Composé (2008).


recebido da Fim de Século