terça-feira, janeiro 05, 2010

BOLSAS PARA JORNALISTAS

BOLSAS PARA JORNALISTAS NOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA

PROGRAMA JOSÉ RODRIGUES MIGUÉIS 2010 DA FUNDAÇÃO LUSO-AMERICANA


Estão abertas as candidaturas, até ao próximo dia 10 de Fevereiro (23h59 GMT), para jornalistas portugueses, ou com cidadania da União Europeia, residentes em Portugal, a uma bolsa de curta duração nos Estados Unidos da América para um programa de aperfeiçoamento profissional a ter lugar de 21 de Junho a 2 de Julho deste ano.

Os seleccionados irão beneficiar, em Washington DC, de um curso de duas semanas no Committee of Concerned Journalists.

A bolsa inclui as despesas de viagem, alojamento e propinas.

Para se candidatarem ao Programa José Rodrigues Miguéis 2010 os jornalistas devem obedecer aos seguintes requisitos:



o Idade até 40 anos

o Mínimo cinco anos de experiência profissional

o Bom domínio da língua portuguesa e da inglesa

o Detentores de carteira profissional

o Ligação por contrato/vínculo a um órgão de comunicação social (imprensa, rádio, televisão ou jornalismo online) é critério de preferência

o Habilitações ao nível do ensino superior são critério de preferência



Não haverá recurso das decisões do júri para qualquer outra instância decisória.

Os candidatos deverão candidatar-se online através de http://flad.multiweb.pt em língua portuguesa e inglesa. Posteriormente, em data a indicar, todos os candidatos prestarão provas de inglês.

Apenas os candidatos que ultrapassarem com êxito os testes de língua inglesa verão a sua candi­datura analisada pelo júri composto por António José Teixeira (SIC Notícias); Cesário Borga (RTP); Carla Baptista (Universidade Nova de Lisboa); Ricardo Rodrigues (Notícias Magazine); Sara Pina (Universidade Lusófona), coordenadora e representante da FLAD. O Júri designará os dez candida­tos mais pontuados e dois suplentes. Os candidatos seleccionados terão de proceder ao pagamen­to de uma taxa de inscrição de 250 euros.

Convida-se a concorrer jornalistas provenientes de todo o território nacional, incluindo, natural­mente, os que exerçam a sua profissão nos Açores e Madeira.